Comprar passagens de ônibus no relógio

Já imaginou se fosse possível comprar passagens de onibus ou simplesmente efetuar determinadas compras usando um pertence pessoal, como um relógio de pulso, por exemplo? Acontece que isso já é realidade em duas cidades do Brasil graças a uma nova tecnologia com utilização de um chip, parecido com os que usamos nos aparelhos celulares. A Rede Ponto Certo, uma grande rede de recarga do transporte público e responsável pela administração dos créditos dos bilhetes de ônibus únicos usados na cidade de São Paulo é quem trouxe essa novidade ao Brasil. A empresa realiza testes com um relógio de pulso capaz de efetuar pagamentos das passagens rodoviárias.

O super relógio, ou dispositivo, possui funções semelhantes à de um cartão de crédito e já pode ser visto em Recife, capital de Pernambuco e no município de Ribeirão Preto, localizado no interior do Estado de São Paulo. Watch2pay, como é caracterizado, não é um relógio comum. É uma espécie de suporte com capacidade para realizar pagamentos com cartão pré-pago integrado com o cartão de transporte público. A modernidade é aguardada com ansiedade pelos mais jovens. Não há nada no mercado mais rápido, prático e moderno. O uso deste tipo de tecnologia traz uma série de vantagens aos tripulantes de ônibus. Além de aceitar cartões pré-pagos e de débito, o relógio realizada toda a transferia pela internet, é seguro e fácil de recarregar.

O presidente da Rede Ponto Certo, Nelson Martins, explica como o uso do relógio é simples. “Basta encostar o dispositivo no leitor e a operação será efetuada”, mostra. Para recarregar os “leitores ambulantes” o usuário deve se apresentar até os terminais que possuem atendimento especial da empresa de Nelson Martins. O modelo vem da Áustria, criado por uma empresa chamada Laks e será distribuído pela Yellowgreen junto com a Rede Ponto Certo. De acordo com a fabricante, vários países da Ásia e na Europa já utilizam o dispositivo, como maneira principal de comprar passagens de ônibus. O Brasil ainda está testando os relógios e por isso a venda ou qualquer tipo de comercialização é proibido.

COMPARTILHARShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+