Etiqueta

veículos rodoviários

Procurando
Votação popular elegeu a Catarinense como melhor companhia.
Votação popular elegeu a Catarinense como melhor companhia.

Os investimentos aplicados na aquisição de novos veículos rodoviários para renovar a frota da viação Catarinense podem ajudar a companhia de ônibus do Sul do país, levar pelo segundo ano consecutivo, o título de melhor empresa rodoviária, no prêmio O Melhor de Viagem e Turismo. Na última votação, a auto viação recebeu a maior pontuação dos leitores que avaliaram o preço, a pontualidade das viagens, o conforto, o serviço oferecido e outros quesitos básicos. Cobiçada pela maioria das empresas de ônibus do país há mais de uma década, a premiação, que reúne participação de usuários, classifica as melhores companhias relacionadas ao setor rodoviário.

Linhas interestaduais de SE, AL e BA.
Linhas interestaduais de SE, AL e BA.

Quem pretende viajar de ônibus para os estados brasileiros do nordeste, como Sergipe, Bahia e Alagoas provavelmente vai ter que comprar as passagens de ônibus da viação Águia Branca para poder embarcar. A empresa rodoviária que transporta anualmente mais de 11 milhões de brasileiros assumiu 22 linhas interestaduais antes operadas pela viação Bomfim, junto da companhia Rota Transportes. A mudança aconteceu no começo do mês passado, depois da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) suspender o serviço rodoviário das empresas em cinco rotas. Com pouco otimismo por conta da perda da licença para operar, a companhia Bomfim anunciou oficialmente no início do mês passado, que não iria mais transportar passageiros por esses trajetos. A decisão fez com que a companhia rodoviária dispensasse forçadamente, mais de 200 funcionários.

Busca ônibus deve aumentar durante e depois dos jogos da Copa do Mundo. O motivo é o pacote de melhorias promovido pelos governos federal e estaduais que devem melhorar as estradas.
Novo tipo de ônibus é moderno e confortável.

A viação Cometa passagens, considerada uma das mais tradicionais companhias de transporte rodoviário do Brasil, adquiriu 40 chassis de ônibus rodoviários O 500 RSD 6×2 da Mercedes-Benz para renovar sua frota. A empresa rodoviária que atua em 200 municípios da região sul e sudeste do país, passa a disponibilizar em suas viagens interestaduais, veículos confortáveis e modernos, equipados com freios ABS, sistema ASR e caixa de câmbio manual de seis marchas e Retarder Voith acoplado no sistema. É o único da categoria com suspensão pneumática regulável para facilitar o embarque e desembarque de passageiros.

Compras na internet é uma das diferenças do setor.
Compras na internet é uma das diferenças do setor.

Quem paga diariamente pelo bilhete rodoviário para embarcar em viagens de ônibus urbanos de casa ao trabalho e utiliza os veículos rodoviários para viajar em linhas intermunicipais ou até outros Estados, mal sabe calcular a diferença entre a realidade dos dois tipos de serviços rodoviários mais convencionais do Brasil. Os ônibus rodoviários que circulam entre bairros e fazem trajetos até cidades vizinhas concedidas pelas prefeituras enfrentam verdadeiras batalhas financeiras para subsidiar o preço cobrado pelas passagens de ônibus e as gratuidades oferecidas a idosos e estudantes.

A companhia Real Expresso renova sua frota sistematicamente todos os anos. Roda com os veículo da Geração 7 e é pioneira em inovação e conforto aos passageiros.
Real Expresso renova frota anualmente.

A companhia de ônibus Real Expresso está largando em primeiro lugar quando o assunto é renovação da frota veicular.
Regularmente, modernos e novos veículos rodoviários se juntam a garagem da empresa que há mais de 50 anos atua fortemente nos estados da Bahia, São Paulo, Tocantins, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Nos últimos cinco anos, a companhia de transporte passou a adquirir veículos Mercedes-Benz, do modelo O 500, todos com as carrocerias da linha nobre da Marcopolo, a Geração 7. Esse é o único modelo em operação no Brasil que atende todas as normas e as exigências para o controle de emissão de gases poluentes durante as viagens de ônibus.

Itapemirim passagens lucra com trajetos de linhas aéreas até o aeroporto de guarulhos, em são paulo. Viagens de avião ainda dependem do serviço rodoviário.
Pegue um ônibus para chegar até o aeroporto.

Reservar passagens aéreas não está poupando turistas de embarcarem em veículos rodoviários na hora de sair de casa. Pelo menos é o que muitos estão fazendo para chegar até o aeroporto desejado antes de dar início a uma jornada a bordo de um avião.
Para ir até o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, vários passageiros estão comprando passagens de ônibus pela companhia Itapemirim passagens.
Além de possuir ônibus confortáveis e com preços acessíveis, há várias opções em itinerários e horários que facilitam a vida de quem está prestes a viajar.
O recurso online também favorece aquele que não tem companhia para ir até o local de embarque. Sem sair do próprio conforto de casa, é possível escolher a poltrona, a companhia de transporte, o dia e horário e reservar a rota disponível em poucos cliques.

O nosso país é um exemplo para outras nações emergentes no mundo, com uma economia que continua a se expandir muito mais do que o conhecido futebol, de onde já saíram centenas de nomes que não saem da boca e cabeça dos brasileiros e estrangeiros. Nossas riquezas naturais movem a atração de investidores externos, que movimentam diversos setores, fazendo o potencial de consumo crescer e a necessidade de viajar por negócios ou turismo torna-se cada vez maior a busca por passagens de ônibus.

Em virtude disso, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) anunciou nessa última semana que a partir do dia 1º de julho, haverá um reajuste de 2,7% nas passagens rodoviárias para linhas interestaduais e internacionais, a partir de 75 km de distância das rodoviárias, do Brasil. Essas reformulações de preços são previstas anualmente, escritas em contrato, sendo cientes as auto viações, empresas de turismo na internet, demais parceiras e as administradoras que repassam informações para os motoristas de seus veículos rodoviários, para não ocorrerem possíveis imprevistos no meio da rota de viagem (tripulantes que embarcam no meio do caminho). O controle é feito nos terminais também, na revisão de valores nos guichês das transportadoras na preocupação com seus usuários, mesmo não havendo lucros acompanhados das companhias.

Os valores remarcados tem base na atualização expressa por entidades de pesquisa, como a Agência Nacional de Petróleo, Gases Naturais e Combustíveis (ANP), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e nos custos referentes às atualizações do serviço, como no pagamento de funcionários, acessórios, peças, lubrificantes e combustíveis.

Em julho, preço de passagens de ônibus mais elevados em 2,7%: comparação com aumento de coletivos municipais das capitais brasileiras

O lado positivo dessa nova afixação é ter um aumento baixo em relação aos acréscimos nas passagens de ônibus municipais, acontecidos em 22 de janeiro (2012), nas principais capitais, aonde as médias dessas moras chegavam a 6,5% em média (Recife e Vitória), acontecendo na mais agressiva elevação de 13,5% em Palmas (TO), onde o bilhete custava R$ 2,00 e agora está em R$ 2,50. Além de uma tarifada menor, os serviços de coletivos interestaduais e internacionais disparam na frente por qualidade de serviços, número de passageiros e conforto, bem opostos aos ônibus internos de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Recife (PE) e Manaus (AM). Uma pesquisa deste ano, feita pelo IPEA, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, apontou que 48% dos habitantes desaprovam o meio de transporte e dizem que não permite que as pessoas se desloquem com facilidade por toda a cidade. Conclusão: é um problema e não uma solução.