No estado catarinense, passagens começam vender frequentemente aos destinos de São Paulo e São José do Rio Preto, a melhor cidade do noroeste de São Paulo. Devido à escassez de trabalho e condições menores e consolidação de empregos, pessoas vão até Florianópolis (SC) e compram passagens Real Expresso, no valor de R$ 108,96. O trabalho é o qual movimenta a vida das pessoas e tantos jovens já nem se encantam pela megalópole do Brasil indo além, até a Região dos Grandes Lagos, podendo se firmar profissionalmente.

Os novos habitantes podem ser notados por sua fisionomia e traços característicos alemães, tradicionalmente de pele e olhos claros, se misturando também com descendentes italianos, bem similares ao se olhar. A presença de etnias árabes é de extrema força e quantidade, presentes nos nomes de ruas e bairros de Rio Preto e outros municípios vizinhos, mas todos apresentam vasta potencial acolhendo-os como uma grande família e dando trabalho, na presença exorbitante do setor de serviços. Na compra de passagens ao seu novo endereço, estes deixam atrás parentes em Brusque, Joinville, Gaspar, Sombrio, Tubarão entre demais partes de Santa Catarina.

As contagiantes notícias passadas pela internet, televisão, de valores de bilhetes de ônibus, comentários daqueles já vindos influenciam o deslocamento e se ter melhores condições de vida em Bady Bassitt, Cedral, Potirendaba, Mirassol, Ibirá, Tanabi, Votuporanga, José Bonifácio e São José do Rio Preto, um local de fama de habitarem os bilionários do Brasil. A mão-de-obra regional encontra-se proporcionalmente elevada e muitos nativos estão se profissionalizando intensamente, deixando certos espaços, interessando recém-chegados. Na busca de uma qualidade de vida superior, inúmeras famílias partem às cidades adjacentes menores, planas podendo deixar seus filhos estudando e trabalharem nas metrópoles. Não são somente pessoas que se mudam para a região, empresas de outras partes também remodelam seus escritórios e fábricas devido à logística acentuada, de acesso fácil à Minas Gerais, as famosas potencias interioranas de Ribeirão Preto (SP), Araraquara (SP) e tantas na direção das rodovias Assis Chateaubriand, BR-153, no caminho de Brasília, desfrutando mais do caminho por Mato Grosso do Sul e Goiás, no Centro-Oeste. Divulgados nomes como a iGUi Piscinas e o Shopping Atacadista Litoral, especializado em comercialização de manufaturados do setor têxtil, vieram de Santa Catarina, trazendo trabalhadores de lá. A bela sacada está em se projetarem em uma cidade dormitório e outra de trabalho, devido às baixas distâncias geográficas e transitando pela via Washington Luís, a excelente rodovia do Brasil.