Estudos revelam que mais de 50% dos embarques regulares em ônibus de longa e média distância são feitos individualmente, por viajantes sem acompanhante. Apesar de o serviço ser seguro, viajar sozinho com segurança requer alguns cuidados antes e depois do embarque, vamos conferir?

O primeiro passo é se programar, pesquisar e chegar os detalhes do local de visita e desembarque, cruzando os horários e as previsões de chegada de cada deslocamento. Neste exercício também é importante se certificar com antes de sair de casa, se há serviços básicos a serem acessados, como táxi, metrô, sanitários, farmácias e locais para alimentação. O segundo ponto é informar um conhecido, amigo ou parente de sua viagem. Conte os detalhes de sua saída para alguém de confiança, principalmente nos locais onde pretende ir, e se possível, mantenha contato regular com elas. Além do documento de identificação, quando estamos longe de casa, é sempre importante manter a identificação de onde estamos hospedados ou o contato de com quem iremos nos encontrar, isso pode ser bastante relevante em casos de acidentes, por exemplo. Discrição também é uma dica importante, principalmente quando for se comunicar com pessoas estranhas, se possível nunca revele que está viajando sozinho, plis?

Não esqueça também de criar conexões em cada ponto que for viajar, por exemplo, se você tem uma reunião de negócios na capital de São Paulo, e conhece dois amigos que moram na cidade, é uma boa informa-los de sua chegada, eles podem lhe dar um suporte durante seu “tour” e ficarem de estepe caso haja algum tipo de emergência. E por último, não dispense ajuda da tecnologia, há vários aplicativos gratuitos que você pode baixar para encontrar locais e melhor se organizar as viagens. O curioso também é que já tem um site especializado em alugueis de amigos, onde é possível alugar um amigo local para ser seu guia turístico em seu determinado ponto de destino, já pensou nisso?

Autor

Comentários estão fechados.