passagem de ônibusA venda de passagens rodoviárias pela internet continua aquecida desde os primeiros meses de 2016. Pelo menos é esse o cenário vivido por duas das três maiores plataformas de comercialização de bilhetes rodoviários do Brasil. Durante os três primeiros meses deste ano, as reservas online praticamente triplicaram. Influência da crise econômica que vem encarecendo os serviços aéreos. “Mais gente passou a pesquisar e experimentar o sistema rodoviário para viajar em longas distâncias, depois que o preço das passagens aéreas voltou a subir”, explica Lukasz Gieranczyk, idealizador do Quero Passagem, um dos portais de venda de passagens rodoviárias, mais importantes do Brasil.

Segundo análise do site, os feriados prolongados foi outro fator preponderante para o aumento nas vendas do serviço. O maior fluxo de viagens de ônibus se divide entre os períodos de festa do Ano Novo, Carnaval e da Páscoa. Somadas as datas, o número de reservas chegou a dobrar em comparação com o mesmo período do ano passado. Devido à quantidade de dias fora do trabalho, o Carnaval continua liderando entre os feriados do primeiro semestre que mais atraem interessados nos embarques rodoviários, principalmente em grandes capitais. Um dos fatores que comprova essa tendência é o perfil de quem procura a praticidade da internet na hora de contratar um serviço.

Foi assim que acontece com mais da metade dos viajantes que reservaram a poltrona com o site Quero Passagem. A maioria deles viajou sozinho para rotas entre capitais e roteiros envolvendo grande circulação de pessoas. Metade dos que compraram no site, aproveitaram o desconto e reservaram a passagem de volta na mesma operação. Entre os destinos mais procurados nos primeiros meses de 2016, o destaque ficou para municípios do interior, como Campinas (SP), Vitória da Conquista (BA) e Cabo Frio (RJ), seguido das rotas mais tradicionais envolvendo São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Os dados comprovaram que a credibilidade do e-commerce no modal rodoviário está ganhando espaço entre todas as classes sociais. Apesar das vendas no portal terem superado a expectativa, a procura pelo serviço por meio dos dispositivos móveis ainda é um cenário que precisa melhorar.

Autor

Comentários estão fechados.