USP parceria passagens de ônibus para São Paulo

As passagens de ônibus para São Paulo e as viagens realizadas em cidades na grande capital paulista estão sendo incentivadas com auxílio da Fresp – Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo e da USP Campus Leste, Escola de Ciências, Artes e Humanidades da Universidade de São Paulo. O objetivo das duas instituições é dar incentivo ao turismo do estado e com isso alavancar o número de passagens rodoviárias para turistas entre outras cidades de São Paulo. O motivo delas se unirem está na preocupação em tornar o atendimento e a prestação desses serviços ainda melhor.

 A parceria e o conjunto de ideias pode realmente ajudar o setor rodoviário a crescer. Tendo em vista que quando se compartilha conhecimentos e as empresas expandem suas redes de relacionamento o fortalecimento nas áreas de turismo e viagens é ainda mais vistoso. Foi assim que a Fresp decidiu se unir com o curso de Turismo da USP de Campos Leste. Além de ser um dos maiores mercados de turismo do Brasil, o estado de São Paulo também tem promovido grandes debates a respeito dessas melhorias.

Quem comprova o bom índice na compra de passagens em casos de saídas a passeio é a Artesp – Agência Reguladora dos Serviços Delegados de Transportes do Estado de São Paulo, ela garante que durante os dois últimos anos, mais precisamente entre o mês de janeiro de 2010 até novembro de 2011, foram atingidas 234 mil viagens turísticas entre cidades só no estado de São Paulo. Os dados mostram que os paulistas viajaram em média 10 mil vezes ao mês, somando 447 mil embarques durante este período. Por outro lado, a Fresp ainda acha que essas viagens podem ser mais frequentes e o turista deve comprar mais bilhetes de ônibus se a qualidade do serviço também melhorar. A universidade de ensino é quem aponta os dados e estudos para melhorar os recursos no transporte coletivo, já a federação de transportes do estado, responsável pela união das companhias de ônibus fretadas, mostra a realidade, e o que se pode fazer de fato.

 

COMPARTILHARShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+