cancelar passagemA ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) regulariza regras para viagens de ônibus intermunicipais, interestaduais e internacionais, que devem ser respeitadas quando surge algum imprevisto na hora de viajar. Conhece-lás ajuda o consumidor a tomar a melhor decisão e não ter prejuízos antes, durante e depois de embarcar. Para ajudar os passageiros a terem uma experiência positiva com as viagens de ônibus de longa distância, preparamos um guia prático para ler antes de comprar o bilhete, vamos consultar?

Desisto da viagem

O Procon garante que é direito do passageiro ser reembolsado, independente da data. A empresa tem até 30 dias para devolver o valor integral pago para realizar o serviço. Para compras efetuadas no cartão de crédito, o reembolso das parcelas já pagas deve ser creditado em fatura do titular do cartão, junto com o cancelamento das parcelas vincendas. Mais há exceções, já que as agências terceirizadas não reembolsam a taxa de conveniência quando é feito o cancelamento.

Cancelar a passagem

O passageiro que deseja abrir mão da passagem deve cancelar a compra até três horas antes do horário marcado para o ônibus sair do terminal. Neste prazo, o consumidor tem direito ao reembolso integral do valor pago para a companhia de ônibus. Outra possibilidade é remarcar a data e o horário da passagem, sem pagar taxas adicionais. Pela internet, o site Quero Passagem, especializado na venda de passagens rodoviárias, não cobra valores adicionais para remarcação das passagens dentro do prazo limite de quatro horas antes do horário do embarque. “É importante destacar que, quando o passageiro reserva o destino ou a cidade de origem por engano e solicita a troca do trecho não é possível apenas remarcar. Neste caso, obrigatoriamente a passagem atual deve ser cancelada e outra reserva efetuada, com o itinerário desejado”, explica o gestor do SAC da Quero Passagem, Danilo Julio.

Para certificar de quem a agência virtual é idônea, antes de reservar, a dica é verificar se a mesma é certificada no Cadastur do Ministério do Turismo.

COMPARTILHARShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+