comprar com cartão de crédito
Reserva pela internet está em crescimento no Brasil.

Só as reservas finalizadas pela internet, devem render as empresas de transporte rodoviário R$ 702 milhões, até o final do ano. Essa é a estimativa que o setor faz, levando em consideração o aumento anual que os e-commerces têm sido nos últimos seis anos. De 2010 pra cá, agências de turismo online, como a Quero Passagem, aumentaram suas vendas em até 53% anualmente. Isso significa que até o ano terminal, 7,4 milhões de embarques rodoviários serão feitos, através de passagens de ônibus adquiridas pela internet. Apesar do índice parecer positivo, a realidade das vendas online entre viagens de ônibus e aérea ainda está bem distante. Atualmente, todo o montante do que é vendido pelo computador representa apenas 5% das vendas geradas pelas operadoras de transporte terrestre – completamente o inverso do que acontece nas compras aéreas.

Um fato curioso é que os ônibus transportam o maior número de pessoas anualmente, chegando a ser utilizados por 160 milhões de passageiros, contra apenas 69 milhões do que voam sob solo brasileiro. O levantamento feito por uma empresa especializada na venda de passagens rodoviárias é destinado a linhas de ônibus interestaduais e intermunicipais de todos os estados brasileiros. Com base nos dados, também pode se observar que mais de 80% de quem compra passagens pela internet, estão localizados no Sudeste ou Sul do país. Cerca de metade das viagens são realizadas em trechos com menos de 500 quilômetros de distância. Em pelo menos dois dos três maiores sites de comercialização rodoviária, o eixo que liga as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro é o mais procurado pelos passageiros.

Confiança na hora de finalizar o pedido

Mesmo com a crise econômica que atinge todo o país, a confiança na compra por produtos e serviços por meio do computador, não tem assustado as companhias de ônibus. O crescimento anual e da estabilidade na procura pelas reservas se deve a integração de novas operadoras de ônibus, no sistema de e-commerces e agências especializadas no setor de tecnologia e viagens terrestres, que passaram a oferecer milhares de linhas e itinerários, com atualização constante.

Autor

Comentários estão fechados.