Comprar passagens de ônibus no Brasil

Comprar passagens de ônibus já é um cansaço não é mesmo? Imagina se você tivesse alguma limitação física que dificultasse a sua ida até o guichê, por exemplo. É por isso que a EMTU, Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos acabou de instalar um moderno Sistema de Emissão de Laudo Médico Eletrônico para que passageiros portadores de deficiência física possam embarcar sem os bilhetes de ônibus convencionais. A novidade foi implantada em toda região concedida pela metrópole da baixada de Santos. O novo sistema funciona através de um laudo gerado pelas próprias unidades de pronto atendimento ou pelo sistema único de saúde, e em dois meses já deve estar interligado em todos os pontos da região para emitir o documento.

Antes de ser implantando nas regiões metropolitanas de São Paulo e Campinas, o aparelho já foi visto em Vale do Paraíba e no Litoral Norte. A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos acredita que o dispositivo virtual ajuda a acelerar o benefício concedido com exclusividade para portadores de deficiência, o que qualifica ainda mais o tratamento dos passageiros com necessidades especiais. Em apenas dez minutos é possível que as passagens de ônibus para os deficientes estejam disponíveis. Basta que um responsável pelo Centro de Atendimento ao Passageiro digite no aparelho, o número do Laudo Eletrônico e os seus dados pessoais para retirar os tíquetes.

Todos os laudos registrados no Centro de Atendimento ao Passageiro serão encaminhados para Coordenadorias e Secretarias Municipais de Saúde de cada município para ajudar no controle e índices de doenças mais comuns em determinada região. É por essa razão que o novo sistema é tão importante. Além de emitir os bilhetes rodoviários, é possível gerenciar parte do atendimento na saúde através da integração dos serviços. Segundo nota oficial, a Chefe do Departamento dos Passageiros Especiais, Sidneia Aparecida dos Santos, disse que a implantação deste recurso vai auxiliar diversas áreas da região contemplada e abrirá novas possibilidades no atendimento e investimento dos transportes públicos. “Esta nova ferramenta é uma grande conquista nas áreas da saúde, cultura, educação, segurança, comunicação e vai ser também nos Transportes metropolitanos”, disse.

COMPARTILHARShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+